<$BlogRSDURL$>

quarta-feira, março 10, 2004

Críticas, criticados e criticadores 

Esta sociedade está numa fase muito má. As críticas são feitas, as pessoas ouvem-nas e há sempre uma reacção. Quem critica não é com a intensão de magoar...não é com a intensão de prejudicar (MESMO QUE SEJA NUM WEBSITE) mas de modo a que as pessoas mudem um pouco os seus feitios da MERDA e se tornem pessoas melhores.

O que é uma crítica?:
-És mal criada e não sabes lidar com as situações.

Isto é uma crítica. Criticar não é ofender. Ofender é isto:
-És uma puta do caralho.

Como vês a crítica é uma forma de expressar o desagrado (ou agrado até) e uma ofensa é atribuir-te nomes pouco abonatórios.

Aprendam comigo e sigam este conselho:
OUÇAM AS CRÍTICAS, SEJAM CRITICADOS SAUDÁVEIS (ou seja, não façam 1 peixeirada porque vos fizeram um comentário) E SEJA BONS AUTO-CRITICADORES DE MODO A QUE OS OUTROS NÃO TENHAM QUE VOS CRITICAR PARA A PRÓXIMA!

quinta-feira, fevereiro 26, 2004

Continuas chamando-me assim...BEBÉ! 

Sabem aquelas meninas que têm carinha de anjo, vestem como as bonecas, pintam-se como as Barbies e no fim são umas putas? Pois bem, essas meninas têm maioritariamente mais de 13 anos, ou seja, já não são nenhumas crianças, muito menos Bebés.
Quando eu era pequenina era obrigada a andar de vestidos tipo batizado e casamento todos os dias. De tanto os vestir ganhei trauma e hoje não posso ver vestidos desses que até me dá uma coisinha má.
E pior, ver gajas da minha idade a vestirem-se como eu era obrigada a vestir quando era pequena (por volta dos 8 ou 9 anos comecei a fazer brutas birras e deixaram de mos vestir [Thank you God!] o que para mim foi um alívio).
Acho que a única altura em que se deve voltar a vestir "fatinhos de gala" é quando aquela prima vai ser batizada e a avózinha obriga, se bem que mesmo nessas alturas e tendo uma atitude um pouco extremista devamos fazer uma birra (tenhas que idade tiveres faz!) pois nessas cerimónias há sempre um cabrão dum fotógrafo ou um tio bimbo que para deixarem de o achar asno comprou uma câmera digital ou uma máquina fotográfica digital e anda o evento todo (incluíndo o banquete [parte que toda a gente mais adora] e quando já estás no carro a dar de frosques) a tirar-te fotos em poses estúpidas.
As gajas que se vestem assim têm o nome de Fair Ladies.

Como evitar ser uma Fair Lady:
-Nunca usar sapatinhos de velinha (são aqueles sapatinhos com lacinhos em cima tipo os da Chico [infelizmente também os criaram com números até ao 40])
-Não usar fitas no cabelo a dizer "Joaquina Maria" (exemplo do nome de uma das mais famosas Fair Ladies)
-Auto proibir-se de usar vestidos com lacinho atrás
-Nunca escolher padrões xadrez ou às riscas para um vestido de gala.
-Negar-se a vestir qualquer que seja a peça de roupa que possa ver-se Cor-de-Rosa (a este tipo de Fair Ladies pode-se ainda chamar Panteras Cor-de-Rosa [opinião também do meu amigo Igor]).

Tem cuidado pois se apareceres como Lair Lady um dia à frente dos teus amigos estás condenada a ser chamada para todo o sempre de BEBÉ (devida também ao excesso de cor-de-rosa dos teus trages)!


"Continuas chamando-me assim...BEBÉ!"

sábado, fevereiro 21, 2004

A Emplastra 

Para além do nosso "amigo" Emplatro também existe a Emplastra.

A Emplastra é uma chavala muito parecida como o Emplastro no aspecto mental, ou seja, também é anormal.
A Emplastra é um autocolante (evolução da fase cromo) que está sempre colada a todos, tem a mania que todos falam dela e com ela como se ela fosse alguém interessante e como temas de conversa agradável.
A Emplastra não compreende que o pessoal não suporta pitas otárias.
A nossa Emplastra tem 17 anos (brevemente, lá para o mês de Julho, 18 anos), mentalidade de 10 e aparência de 14. Há anos que a conheço e sempre teve a mesma aparência que hoje tem. Parece que parou no tempo.

Dicas da Emplastra:
-Ai vem eí a minha vizinha, ai se ela me vê (entretanto a vizinha passa mesmo ao lado dela e caga directamente para ela...é as alturas em que era melhor ficar calada e não se achar muito importante)
-Ah eu sei com quem foi, mas não digo (tipo, e no fim não sabe...parece que tem gosto em que as pessoas a mandem para o caralho que a foda)
-Ai 'stora não percebo nada (a Emplastra tem o condão de me irritar profundamente em todas as aulas de revisão...faz perguntas básicas, tem saidas do género desta e não se cala)

As frases da Emplastra começam todas com a expressão "Ai" ou "Ah".
Ao contrário do Emplastro que encontro apenas fora das salas de aula, a Emplastra é da minha turma, o que torna impossível fugir dela.

Estou a trabalhar num insecticida forte de modo a brevemente poder extreminar estes dois que tanto me atarantam os nervos.

Fancy

quinta-feira, fevereiro 19, 2004

As tias, as pipizonas e as betinhas 

Existem 3 tipos de mulheres INSUPORTÁVEIS:

Tias: aquelas que calçam Bata, penteiam-se Marina Cruz, vestem João Rolo (opsionalmente Fátima Lopes, 'tá a ver?) e falam à Beeem, tá a ver?!
Frases típicas:
-Ai qu'rida tá a ver?
-Minhas ricas filhas!!! (Cinha Jardim)
-Estar vivo é o contrário de estar morto (Lili Caneças)

Pipizonas: aquelas que calçam Charles, penteiam Lucia Piloto, vestem Ana Salazar e não falam beeeem...só olham de lado (eu conheço uma a quem o pessoal para lisongear chama Catatua)
Frases típicas (raras mas há):
-O meu marido é director do ?!?!?!??! (prefiro não dizer quem adora gabar-se do que o marido faz porque conheço duas senhoras que o fazem regularmente)
-Coma a "boula" José Maria senão a mãe vai zangar-se com o menino (a criança da Pipizona é sempre tratada por "você" pela mãe) (a "boula" é o bolo segundo a pipizona)
-O meu "namogado" é muito "queguido" (algumas pessoas saberam quem é esta Pipizona...ou talvez não)

Betinhas: vestem Beshka ou Pull and Bear, calçam sapatinho à vela, vão ao melhor cabeleireiro da sua zona e falam normalmente...mas nunca por nunca pronunciam uma única asneira ou palavra de calão tipo "Bué". Às vezes usam o verbo curtir...mas muito raramente.
Frases típicas:
-Que maçada o professor não ter vindo...precisava mesmo falar com ele (maçada não é tarte de maçã assada reduzido...é chatice ou "ganda merda")
-Creio que estás equivocada (adoram usar palavras "caras" tipo equivocada e creio)
-A mamã não me deixa ir convosco ao cinema (a mamã...como se fosse mãe delas todas)

Estas são 3 das mulheres mais insuportaveis que existe em Portugal...mais ainda há pior... Fica para a próxima, não quero assustar ninguém!

Fancy

Fancy e as Mulheres 

As mulheres são um Ser magnífico e explendido...mas são imperfeitas.
As mulheres são lindas, esculturais, meigas, sensuais, charmosas e provocantes mas há um grave problema...estragam a sua perfeição física com a estupidez dos seus actos.

Exemplos de mulher perfeita fisicamente (apesar de algumas terem precisado de umas operações....outras são mesmo lindas só por si) e o que as estraga:
-Marisa Cruz (prob.:o panhanha do namorado: Kapinha [D'Arrasar])
-Pamela Anderson (prob.:ser estúpida, ter Hepatite e ser casada com um sádico)
-Lili Caneças (ok, estou no gozo)
-Angelina Jolie (prob.:comportamentos muito estranhos)
-Nicole Kidman (prob.:gosta de ser encornada [ok, acho que este para a maioria dos homens não seria um problema mas uma benção porque comer aquela gaja e outras cinco e ela cagar deve ser muito fixe])
-Jennifer Lopez (prob.:tem a mania que é boa actriz e escolhe sempre o homem que sabe que em menos de um ano se vai fartar dela)

Algumas das princípais manias das mulheres:
-As limpezas (será que o pó faz mal a alguém?)
-A compras (mesmo que lhes digamos que até um saco de batatas lhes ficaria bem, elas preferem passar 3horas em frente ao espelho da Zara que comprar o primeiro trapito que encontrarem)
-A beleza (não vale mesmo apena tentar convencer uma mulher que passar 2horas no cabeleireiro, 1hora no esteticista e 2 semanas na cama do hospital por causa do silicone, pealing [ou lá como é que essa merda se escreve] e lipospiração não as faz a mulher mais perfeita do mundo se não o é naturalmente)

Mulheres: difícil viver com elas, impossível passar sem elas...

Fancy

quarta-feira, fevereiro 18, 2004

O Amor da Minha Vida 

Nada como o amor não é? Pois bem, eu não acho isso...
O amor é lindo quando a pessoa que tu amas te ama também e vocês dois são felizes, mas no meu caso a cena não se passou bem assim.
Apaixonei-me loucamente pela pessoa em questão assim que a vi sorrir para mim. Cheguei a ter essa pessoa a dizer que me amava, cheguei a ter TUDO com esse pessoa e, de repente, do nada, tudo o que eu tinha e que me fazia feliz virou NADA (tipo: Puf Fez-se o Chocapic).
É fodido amar alguém que de um momento para o outro deixou de ser teu melhor amigo(a) e de namorar contigo e passou a fazer como se não estivesse ali, como se tu tivesses morrido ou nem sequer tivesses nascido.
Há gente que tem essas atitudes, mas isso não resolve os problemas, é evitar resolvê-los.
Ainda assim, para mim, o meu amor é a pessoa mais especial do mundo digam o que disserem essa é a minha opinião, a pessoa mais fofinha, amorosa, linda, querida e meiga do mundo. Mas até a rosa mais bela tem espinhos...eu levei com os da pessoa que eu amava certeiros ao coração.

Isto foi só um desabafo, esqueçam que eu escrevi isto...este é o meu lado dócil que não pretendo expor mais do que isto. Quem sabe um dia o AMOR DA MINHA VIDA (a pessoa sobre a qual estou a escrever) compreenda que o amor não escolhe a quem se dá e não deixa de se dar quando se quer.

Foi excelente, lindo, magnífico, explendido, belo, espantoso e vou guardar cada momento que com o meu amor passei na minha memória e no meu coração até morrer, mesmo sabendo que isso não trás de volta o que passou nem dá de volta o que queremos e tanto desejamos ter.

Fancy

terça-feira, fevereiro 17, 2004

O Emplastro 

Em alguns grupos de amigos existe o chamado Emplastro.

O Emplastro pode ser detectado pelas seguintes atitudes:
1ª. Aparece do nada, sem que ninguém o convide, insere-se entre ti e os teus amigos e quando dás por ti tens o Emplastro a agarrar-te como se fosse teu namorado e a falar-te como se te conhecesse há muito tempo...ou melhor como se fossem melhores amigos;
2ª. Estás a meio de uma conversa animada ou séria e ele vem do nada e manda uma dica qualquer para o ar sem qualquer conexão com a conversa que estavam a ter;
3ª. Ri-se como um anormal de todas as piadas e até das coisas que não têm graça nenhuma...bem, não é que não seja bom uma pessoa rir-se das tuas piadas secas...ao menos não te sentes mal, mas quando o riso dessa pessoa é estúpido acho que era preferível passar pela barraca de ninguém se rir que ouvires aquele rizinho idiota;
4ª. Dizem-lhe para se ir embora vezes e vezes consecutivas e ele não vai (como se fosses a única pessoa a ignorar a sua presença ou a única pessoa a achar que ele está ali a mais) e só vai embora (finalmente) quando todos se vão embora fartos de o aturar, ou seja, atrás de ti (Big Fuck).

Este é o típico Emplastro.
Eu conheço um Emplastro que não compreende que ninguém gosta dele no grupo no qual ele se tenta constantemente inserir não pela doença que ele tem (nesse sentido até acho que seria estúpido da parte das pessoa, pois ele não tem culpa), mas porque ele tem uma maneira de ser, de estar e de pensar completamente absurda aos olhos de TODOS (e não é exagero). Não digo que não haja quem goste dele, mas no geral, o grupo onde ele se tenta inserir sem sequer ser convidado (o nosso, habitualmente) começa por gostar um bocadinho dele, mas mal ele abre a boca pela segunda vez (quando não é mesmo à primeira) muda completamente de opinião. O Emplastro tem um sério problema de integração em ambientes nos quais se debatem todo o tipo de coisas inteligentes, algo que o nosso odiado Emplastro não é. Bem, quando digo odiado não quer dizer exactamente que o odeie, apenas que sinto uma enorme aversão por ele cada vez que me agarra como se fosse meu namorado (algo que nem que ele fosse o único homem à face da terra seria)... Ódio é uma palavra forte e que soa bastante pesada aos ouvidos de alguns.

Dicas do Emplastro:
-Estás a acabar comigo? (Tipo eu ando com ele? Fuck!!!)
-Eu não vou sair de ao pé dos meus amigos só porque tu não gostas de mim (Já agora, desde quando é que nós somos os amigos dele? Conhecidos talvez... Acho que o conceito de amigo para ele é "Pessoa que te comprimenta e te diz oi, bom dia, à qual te manda à merda se não a toda a hora mas todos os dias [mesmo não usando as palavras].
-Porque é que não vais ao Concelho Directivo fazer bué queixas de mim para ver se me mandam para outra escola? (É uma boa ideia mas acho que o Director ia olhar para mim e achar que sou parva...mas tenho a certeza que se ele fosse professor do Emplastro me faria esse favor [ou talvez não]).

A única forma de não te cruzares com o Emplastro é permaneceres na sala de aula ou barricares-te no WC pois esse idiota parece omnipresente...para onde quer que vás ele está lá.

É difícil levar com ele... TIREM-ME DESTE FILME!!!

Fancy

Os Sobreviventes 

Este site foi criado para todos os "Sobreviventes" do Mundo onde vivemos.
Todos nós sabemos que o lugar onde nascemos vai de mal a pior e esta é apenas uma forma realista, directa e sarcástica de mostrar a todos o que o mundo real nos reserva quando desligamos o PC, calçamos qualquer coisa e vamos ver "a rua".
O mundo lá fora é prejudicial à saúde.

Fancy

This page is powered by Blogger. Isn't yours?